Monstros e Heróis

 

Heróis:

São eles que lutam contra ou pelos deuses; Os deuses sozinhos não podem interferir no rumo da história, por isso eles usam os heróis como peças para fazerem as tarefas que eles não podem executar sozinhos.

Um Herói é um filho de um humano com um deus, ou seja, um semideus. Os heróis ou semideuses nada mais são do que humanos com poderes especiais, normalmente associado a função que eu progenitor divino exerce; Um filho de Poseidon com um Mortal vai ter poder de controlar as águas e de falar com cavalos, um filho de Atena vai ter o poder da inteligência e de fazer escolhas sabias, um filho de Afrodite vai ter a beleza e o poder de atração do sexo oposto…

O herói apesar de ter uma metade divina ele é mortal, por descender do homem. Existe também exceções, como por exemplo, Aquiles, que nasceu mortal, mas foi banhado no rio Estige, o que deu a ele seus poderes.

Os heróis gregos estão situados em períodos, o primeiro deles é o de heróis clássicos, nestes estão Hercules,  Perseu, Teseu, Deucalião e Belerofonte. Depois vem os Argonautas, que traz os heróis que viajaram pelo mundo atrás do Velocino de Ouro. Por último vem a guerra de troia, guerra que realmente aconteceu entre gregos e troianos e traz novos heróis e estórias contadas em Ilíada e em Odisséia, essa fase teve como protagonistas os famosos Ulisses e Aquiles. Também teve períodos intermediários, só que com pouca relevância.

Clássicos:

Hercules – O mais famoso herói grego, nasceu de uma moral com Zeus, seu poder era a força, e com ela realizou uma das mais famosas estórias da mitologia grega, ” Os doze Trabalhos de Hercules”.

Perseu –  É o herói que matou a medusa, filho de Zeus, conhecido pela sua coragem e ousadia, tinha um capacete da invisibilidade e sandálias que o faziam voar.

Teseu – Não era filho de deus nenhum, mas sim do rei de Atenas, nasceu em terras distantes de Atenas, aos dezesseis anos descobriu sua verdadeira identidade, e decidiu ir para Atenas, durante sua jornada para assumir o trono de seu reino, enfrenta monstros, entre eles o minotauro.

Deucalião – Esse não realizou nenhum feito heróico, mas é bom citá-lo pela importância de seu conto, nele a terra tinha sido alagada, e os únicos sobreviventes foram Deucalião e sua mulher, Pirra. Isso só foi possível por que o pai de Deucalião, prometeu, avisou sobre o dilúvio e mandou eles contraírem uma arca( aqui notamos a semelhança com o conto Bíblico), que arcou no monte Parnaso, onde tinha um deus/oráculo que explicou a eles como repovoar a terra.

Belerofonte – matou a quimera, possuía Pegaso( o cavalo Voador). Detentor de vários feitos,  se julgou  digno o bastante para visitar o Olimpo; Zeus ficou ofendido de ele ter ido para o Olimpo sem convite, mandou um escorpião para matar Pegaso. Belerofonte morreu como mendigo procurando por Pegaso.

Os Argonautas :   

Jasão – Líder dos argonautas, ele que guia eles em suas aventuras.

Orfeu – Abençoado por Apolo com o dom da musica, Orfeu participou da expedição os argonautas, e tambem foi um dos dois mortais que viajaram pelo reino dos mortos e voltaram vivos ( o outro foi Hercules ). Orfeu tinha perdido a mulher, então resolveu ir ao sub-mundo buscala, ele conseguiu voltar vivo por que acalmara as ameaças do caminho com sua bela música.

Castor e Pólux – No mito, os gêmeos partilham a mesma mãe, porém têm pais diferentes – o que significa que Pólux, por ser filho de Zeus, era imortal, enquanto Castor não o era. Com a morte deste, Pólux pediu a seu pai que deixasse seu irmão partilhar da mesma imortalidade, mas Como Zeus, seu pai, não podia convencer Hades, o deus dos mortos a trazer Castor de volta à vida, ficou decidido que os dois irmãos passariam metade do ano nos infernos, e outra metade no Olimpo. Existe outra versão na qual Zeus transforma Castor e Pólux na constelação de Gêmeos.

 Guerra de troia : 

Aquiles – Maior guerreiro da mitologia grega, quando nasceu foi banhado no Rio Esfige, o que garantiu a ele poderes como inteligência, força e habilidade de combate,o único ponto fraco era o calcanhar, que foi acertado por Paris.

Ulisses – É um dos mais ardilosos guerreiros de toda a epopéia grega, ele foi quem teve a ideia do cavalo de troia, e durante a Odisséia, Poseidon tentou matá-lo, mas ele atravessou oceano inteiro até chegar em sua ilhe natal, e todas as tentativas que Poseidon fez para matá-lo falharam.

Monstros:

Tifão: Pai de todos os monstros, era o maior inimigo dos deuses.

Centauros:  são uma raça de seres com o torso e cabeça humanos e o corpo de cavalo.Viviam nas montanhas de Tessália e repartiam-se em duas famílias, os filhos de Íxion e Nefele, que simbolizavam a força bruta, insensata e cega; E os filhos de Filira e Cronos, dentre os quais o mais célebre era Quíron, que representavam o contrário, a força aliada à bondade, a serviço dos bons combates.

Esfinge:  Um leão alado com uma cabeça de mulher,  demônio exclusivo de destruição e má sorte. Hera ou Ares mandaram a esfinge de sua casa na Etiópia para Tebas e pergunta a todos que passam o quebra-cabeça mais famoso da história, conhecido como o enigma da esfinge, decifra-me ou devoro-te:Que criatura pela manhã tem quatro pés, ao meio-dia tem dois, e à tarde tem três? Ela estrangulava qualquer inábil a responder.Édipo resolveu o quebra-cabeça: O homem — engatinha como bebê, anda sobre dois pés na idade adulta, e usa uma bengala quando é ancião.Furiosa com tal resposta, a esfinge teria cometido suicídio, atirando-se de um precipício.

Fênis: Pássaro que quando morria, explodia, depois renascia das próprias cinzas.

Cérbero: Cão de três cabeças que guardava o portão do Sub-Mundo.

Grifo:  É uma criatura com cabeça e asas de águia e corpo de leão. Fazia seu ninho perto de tesouros e punha ovos de ouro.

Hidra: Tinha corpo de dragão e nove cabeças de serpente.Habitava os mares, e foi derrotada por Hercules.

Hipogrifo: Como um grifo, ele tem cabeça de águia, patas munidas de garras e asas cobertas com penas, o resto do seu corpo sendo de um cavalo.

Minotauro: Uma criatura  com a cabeça de um touro sobre o corpo de um homem.

Sátiros: Na mitologia grega, era a entidade da natureza com o corpo metade humana e metade de bodes.

Unicórnio: É um animal que tem a forma de um cavalo, geralmente branco, com um único chifre em espiral. Sua imagem está associada à pureza e à força.

Quimera: É uma figura mítica caracterizada por uma aparência híbrida de dois ou mais animais e a capacidade de lançar fogo pelas narinas.

Medusa: Ser que transformava quem quer que olhe diretamente para ela em pedra.

Dragão: São representados como animais de grandes dimensões, com aspectos reptilianos, muitas vezes com asas, plumas, poderes mágicos e hálito de fogo.

Pégaso: Cavalo alado. Nasceu do sangue de Medusa quando esta foi decapitada por Perseu.

Ninfas:

As ninfas se classificam em Epigéias( ninfas da terra ), Efidríades( ninfas da águas ), Náiades( ninfas da água doce ),  Musas( finfas associadas as artes ) e as filhas de Pã, que são as Perimélides, as Epimélides e as  Trías

Epigéias:

Ninfas com funções relacionadas a terra, e tudo que brota dela.Essas são:

  • Agrónomides– associadas aos campos cultivados;
  • Alseídes – associadas a flores;
  • Antríades – associadas as cavernas;
  • Auloníades – associadas a pastos;
  • Dríades- associadas a florestas;
  • Hamadríades –associadas a árvores;
  • Leimáquides ou Limounídes – associadas a campinas e os prados;
  • Oréades ou Orestíades – associadas a montanhas;
  • Napéias – associadas a vales.

Efidríades:

Ninfas relacionadas com a água.Essas são:

  • Oceânidas –filhas de Oceanus, qualquer corpo de água, normalmente água salgada;
  • Nereidas –filhas de Nereu, associadas ao Mar Mediterrâneo, aos mares calmos e às águas litorâneas;
  • Híades –filhas de Apolo e Cirene, irmãs de Faetonte, foram as responsáveis pelos cuidados de Dionísio,ninfas do rio;
  • Plêiades –filhas de Atlas e Pleione, ninfas da chuva e irmãs de Hías;
  • Corícias ou Coricídes –ninfas das covas ou cavernas nas montanhas, outro nome das Musas;
  • Neféles – filhas de Hemera, por sí só, ou junto a Éter, ninfas das nuvens.

Náiades:

Tambem são Efidríades, mas estão relacionadas a água doce.Essas são:

  • Crinéias ou Crinaias-associadas a fontes;
  • Pegéias –associadas a mananciais;
  • Potâmides –associadas a rios;
  • Limnátides ou Limneidas – associadas a lagos perigosos e pântanos.

 Musas:

Filhas de Mnemosine e Zeus, são ninfas que representam a arte, a cultura e a ciência.São nove:

  • Calíope –poesia épica;
  • Clio –história;
  • Erato –poesia lírica ou erótica;
  • Euterpe –música;
  • Melpômene –tragédia;
  • Polímnia –poesia sacra;
  • Tália-comédia;
  • Terpsícore –dança;
  • Urânia – astrologia.

Filhas de Pã:

Filhas do deus cabra, eram associadas a animais de cultivo.

  • Perimélides ninfas associadas ao gado;
  • Epimélides –ninfas associadas as ovelhas;
  • Trías ninfas associadas as abelhas.

 Outras ninfas:

  • Lâmpades –associadas ao submundo, compõem o séquito de Hécate.
  • Hespérides –guardiãs do Jardim das Hespérides, onde cresciam maçãs de ouro que davam a imortalidade a quem as comesse.
  • Melíades – são um tipo especial de ninfas, nascidas do freixo, árvore que simboliza a durabilidade e a firmeza. Essas ninfas eram belicosas, isto é, tinham uma vontade nata de guerrear. Nasceram do esperma de Urano, juntamente com Afrodite, as Erínias e os gigantes quando  Cronos castrou seu pai e jogou seus genitais ao mar.

Gigantes:

Os Gigantes são um conjunto de seres mitologicos de porte esoberante, eles representam não só os gigantes em si, como conhecemos, que são seres humanóides com tamanho impressíonante, mas sim todos os seres com tamanho ” gigante” na concepção humana. Nesse grupo se encaixam os Ciclópes, os Hecatônquiros, os filhos de Gaia e os de Oceano e Tétis, os Aloídas.

Filhos de Gaia:

  • Tifão – Pai de todos os monstros, maior inimigo do Olimpo;
  • Alcioneu – Gigante que ataca Hércules durante sua comitiva, e é morto por esse;
  • Porfírio –  Lutou contra os deuses na gigantomaquia( Guerra entre deuses e Titãs ). Zeus induziu ele à desejar Hera, e  ao tentar estuprar – lá, foi morto por um raio de Zeus;
  • Encélado – Uma das máquinas de guerra construídas para destronar Zeus. Encélado e Tífon lutaram contra Zeus e Atena em uma batalha sangrenta que culminou na queda dos últimos gigantes. Em sua batalha com Atena e Zeus, foi aprisionado no monte Etna juntamente com seu irmão e lá estão presos até hoje lançando sua fúria sobre a Terra.

Aloídas:

Eram gigantes fortes e agressivos, com um crescimento extraordinário: cada ano, cresciam cerca de 50 cm em largura e cerca de 150 cm em altura. Aos nove anos, com 13 metros de altura e 4,5 de largura, decidiram fazer guerra aos deuses.

Para isso, colocaram o monte Ossa sobre o monte Olimpo, e o monte Pélion em cima dos outros dois, ameaçando escalar o céu. Depois anunciaram que jogariam montanhas no mar para secá-lo, e colocariam o mar onde, até então, era a terra.

Aprisionaram Ares num vaso de bronze e o deixaram assim treze meses até que Hermes conseguisse libertá-lo, num estado de esgotamento extremo. Puseram-se em seguida a fazer a corte às deusas. Oto queria raptar Hera, enquanto Efialtes perseguia Ártemis.

Todas essas façanhas exageradas acabaram atraindo para os dois irmãos o castigo dos deuses. Ártemis, seguindo conselho de seu irmão Apolo, conseguiu enganar os gigantes, transformando-se em corça e saltando entre eles. Na ânsia de caçar o esplêndido animal, atiraram suas lanças um contra o outro, matando-se.

Hecatônquiros:

Os Hecatônquiros, ou Centomanos, são Gigantes com cem braços, filhos de Urano e Gaia.Durante a rebelião que castrou Urano, eles ficaram do lado dos titãs, mas foram traídos logo após a ascensão de Cronos, trancafiados no tártaro. Zeus liberta-os durante a guerra de deuses e titãs, e foram ponto essencial na vitoria dos deuses. Zeus para recompensá-los os fez guardiões do tártaro e deu a eles palácios no rio Oceanus.

Ciclopes:

Os ciclopes são Gigantes de um olho só, se dividem em antiga geração (Filhos de Urano e Gaia) e nova geração ( Filhos de Poseidon com divindades da natureza).

  • Antiga Geração – Filhos de Urano e Gaia são trancafiados ao nascerem, por causa de seus incríveis poderes. Cronos os liberta e os usa na rebelião para castrar Urano; Como com os centaumanos, Cronos tranca os Ciclopes no tártaro por temê-los. São libertados por Zeus que os faz como seus ferreiros, subordinados de Hefesto.
  • Nova Geração – Filhos de Poseidon e de divindades da natureza( ninfas por exemplo), são retratados nos poemas homéricos como seres brutos que comem carne humana. Alguns ao nascerem são enviados para as forjas de Hefesto, os outros vivem como pastores na ilha da Sicília. 

 

 Outros gigantes:

  • Argos Panoptes – Gigante de cem olhos( chefe da segurança do acampamento meio sangue em Percy Jackson e os Olimpianos : )  ) .
  • Gerion – ( mas um velho conhecido para quem leu “A Batalha do labirinto”) É um gigante de três corpos que tinha um grande rebanho, e é retratado nos doze trabalhos, quando Hércules teve que limpar seu estábulo, que não era limpo à 30 ano.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s